Obra paralisada em São Bernardo gera transtornos

Quem mora na Rua Alagoas, no Jardim Thelma, em São Bernardo, convive com obra de saneamento desde julho. No entanto, não há placa que indique do que se trata a intervenção e a data para finalização. “Cada vez que ligamos na Prefeitura Municipal de São Bernardo, indicam prazo novo. Primeiro eram três meses, depois passou para 30 de dezembro e ainda está aí”, reclama a administradora de empresas Cleide Aparecida dos Reis, 42 anos.

Por causa do serviço, a rua está cheia de terra e não é possível passar com o carro. Por isso, alguns optaram por alugar garagens para deixar os veículos. “Meu carro fica na rua mesmo. Ele está todo riscado porque não posso colocá-lo em casa”, reclama Cleide.

A moradora afirma que, por várias vezes, diversas pessoas tentaram contatar a Prefeitura. “Até pedimos para ver o projeto, mas não mostraram.” Por causa dos temporais de verão, a situação fica ainda pior, pois a água transforma a terra em lama. Cleide diz que, com a chuva de semana passada, a máquina usada no trabalho afundou na terra no meio da noite. “Tiveram que trazer outro equipamento para tirar.”

Cleide diz que, apesar das ligações, não sabe qual é o objetivo da obra e exige o fim dos transtornos. “A última vez que liguei, deram prazo de mais um mês, mas duvido que dê tempo.”





Procurada, a administração municipal informa que a obra foi paralisada por causa das intensas chuvas que atingem acidade desde o começo do ano. No local, está sendo realizada canalização, drenagem e implantação de viário. O Executivo afirma ainda que a placa de indicação está localizada na Rua São Jorge. O prazo para a conclusão é de dois meses.

Fonte: Diário do Grande ABC

Obra paralisada em São Bernardo gera transtornos
Avalie!




Deixe seu comentário