MP denuncia três por roubo e morte de dentista em São Bernardo

A Promotoria de Justiça da cidade de São Bernardo do Campo (Grande São Paulo) denunciou nesta terça-feira (14) três acusados de participação na morte da dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, 47, que foi queimada dentro do consultório em que trabalhava no último dia 25. O crime ocorreu durante um roubo no estabelecimento.

Victor Miguel Souza Silva, 25, Jonatas Cassiano Araújo, 21, e Thiago de Jesus Pereira, 25, foram denunciados por latrocínio, sequestro relâmpago, quadrilha armada e roubo qualificado. O Ministério Público afirma que o trio já havia praticado crimes contra outros dentistas.

O MP aponta que Pereira era o mentor do grupo, determinou a escolha do consultório para o roubo e dividiu tarefas para os demais denunciados. Segundo a Promotoria, o grupo entrou no consultório depois de Pereira pedir para ser atendido, alegando que precisava colocar “uma massinha nos dentes”. Em seguida, Silva entrou no estabelecimento e rendeu a vítima.

Os três foram indiciados pelo delegado Roberto Bueno Menezes, do 2° DP de São Bernardo, que concluiu o inquérito sobre o caso na última quinta-feira (9). Menezes pediu a prisão preventiva dos três acusados pelo crime

Crime qualificado

Além da dentista, uma paciente também teria sido mantida presa. Ambas tiveram pertences pessoais roubados, como bolsa, anéis e aliança de casamento, de acordo com o MP. Insatisfeitos com os objetos roubados, Pereira e Silva teriam acionado Jonatas, que estava do lado de fora do consultório, para que ele tentasse sacar dinheiro com o cartão e senha da dentista na cidade de São Bernardo.

Ainda segundo a Promotoria, Jonatas só conseguiu sacar R$ 20, o que levou o grupo a iniciar uma série de ameaças à dentista. Durante as agressões, o trio teria despejado álcool na vítima e a queimado com um isqueiro, o que a levou à morte.





“Com essa forma de agir, demonstraram torpeza de motivo, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e lhe causaram sofrimento físico, atroz e desnecessário”, afirma a promotora Priscila Maiello Theodoro, que assina a denúncia.

Menor envolvido

Um adolescente, que também teria participado do crime, confessou ao Promotor de Justiça da Infância e da Juventude como os fatos se desenvolveram e a participação de cada um dos agentes, segundo informa a Promotoria de São Bernardo do Campo. Ele foi encaminhado a uma unidade da Fundação Casa.

O MP afirma ainda que Jonatas também confessou. Victor foi preso em flagrante em sua residência, onde foram apreendidos dois notebooks, dois aparelhos celulares e um anel. Thiago teria confessado a participação em roubos a outros consultórios, mas não no que levou à morte da dentista.

Fonte: UOL

MP denuncia três por roubo e morte de dentista em São Bernardo
Avalie!




Deixe seu comentário