Riacho Grande em São Bernardo

Riacho Grande em São Bernardo Riacho Grande é um distrito do município de São Bernardo do Campo em São Paulo.

A área ocupada atualmente pelo distrito foi, desde o século XVI, atravessada por caminhos que ligavam o planalto ao litoral paulista, sediando as pousadas e ranchos, hoje desaparecidos, que serviam aos viajantes.

A antiga Vila do Riacho Grande, da qual se originou a sede do atual distrito, se formou nas proximidades da Estrada Velha de Santos a partir da linha colonial do Rio Grande, área que, assim como boa parte de todo o distrito, desde 1927, está parcialmente ocupada pelas águas da Represa Billings.

No fim do século XIX, além da linha do Riacho Grande, o governo imperial talvez tenha instalado na região do atual distrito antigas linhas coloniais que mais tarde tornaram-se as Bernardino de Campos, Campos Sales, Rio Pequeno, Voluntários da Pátria, Capivari e Curucutu, sendo que as três últimas deram origem aos bairros de mesmo nome.

Dessa maneira, os imigrantes europeus que se instalaram nestes núcleos, deram início à efetiva ocupação da região, dedicando-se inicialmente à extração da madeira e à venda de carvão. Logo depois a região se transformaria no berço da indústria moveleira são-bernardense, sediando as primeiras fábricas de móveis e serrarias.

Localiza-se também na região o Bairro dos Finco, estabelecido a partir do local onde se instalou, em 1889, a família do italiano Fortunato Finco. Ali, construiria uma serraria, posteriormente transformada em fábrica de cadeiras.

Criado oficialmente em 1948, o distrito do Riacho Grande abriga atualmente, além da cidades Rio Grande (sede) e Finco, os dez bairros rurais de São Bernardo do Campo: Alto da Serra, Capivari, Curucutu, Imigrantes, Rio Pequeno, Santa Cruz, Tatetos, Taquacetuba, Varginha e Zanzalá.

Na área do Riacho Grande, também é feita a captação e tratamento de água pela Sabesp - empresa de saneamento básico paulista, para posterior distribuição ao longo dos municípios do Grande ABC.

Fonte: Wikipédia


Como escolher a melhor empresa ou profissional autônomo?

Quero uma boa indicação? Quanto custa esse produto? Qual o comércio no bairro?
Qual o valor do produto ou serviço? Quais os principais tipos?

Geralmente essas são as dúvidas mais comuns de quem procura um profissional ou empresa. Responder a todas as perguntas acima é algo subjetivo, amplo e complexo pois o ideal é você conhecer ou experimentar, fazer um teste no atendimento, etc.
Diante do surgimento de diversas empresas ou profissionais, torna-se cada vez mais importante o olhar consciente e crítico para sua escolha. Antes de assinar algum contrato ou enviar pagamentos, é recomendável verificar a confiabilidade da empresa em redes sociais ou em fóruns de sites especializados.

8 dicas para você escolher um profissional ou empresa:

1. CNPJ - Verifique se a empresa possui CNPJ ou registro profissional da classe.
2. Sede - A empresa tem uma sede fixa de fácil acesso?
3. Atendimento - Qual é a estrutura de atendimento, telefones para contato, site, e-mail?
4. Preço Justo - Não necessariamente preço baixo – preços baixos demais como na maioria
    das relações de consumo evidenciam produtos de qualidade questionável.
5. Contrato - exija sempre um contrato de prestação de serviços completo;
    ele é a garantia de que você receberá o serviço ou produto pelo qual você pagou.
6. Nota Fiscal - Ao pagar qualquer empresa ou profissional autônomo exija a nota fiscal.
7. Conheça - Procure conhecer pessoalmente as empresas próximas de seu endereço residencial
    ou visite as ruas onde estão localizadas as empresas.
8. Avalie - Aqui você pode ver uma lista de locais em diversos bairros vizinhos.
    Leia os comentários recentes de quem visitou ou utilizou algumas destas empresas.

 
  Sobre o EncontraSãoBernardo
Fale com EncontraSãoBernardo
Anuncie no EncontraSãoBernardo
Cadastre sua Empresa no EncontraSãoBernardo (grátis)



Termos EncontraSãoBernardo | Privacidade EncontraSãoBernardo


Bandeira de São Bernardo do Campo