História de São Bernardo

História de São BernardoO São Bernardo é um município brasileiro do estado de São Paulo, na mesorregião Metropolitana de São Paulo e microrregião de São Paulo.

O nome São Bernardo "do Campo" homenageia Santo André da Borda do Campo, vila fundada por João Ramalho, e foi escolhido por já haver uma cidade no estado do Maranhão com o nome São Bernardo.


Como surgiu

Pode-se dividir a história de São Bernardo do Campo em várias fases. A primeira, intimamente ligada às das vizinhas Santo André e São Paulo, iniciada em 1550, quando a cidade de Santo André da Borda do Campo começou a se organizar. Seu fundador foi João Ramalho, que se casou com a índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá dos índios guaianases que posteriormente tornou-se alcaide.

Brasão de São BernardoA oficialização da cidade se deu em 8 de abril de 1553, quando foi erguido o pelourinho da vila denominada Santo André da Borda do Campo. Essa fase teve fim no ano de 1560, quando seus habitantes foram transferidos para São Paulo de Piratininga.

A documentação do período hoje se encontra arquivada na cidade de São Paulo. Após esse evento, a vila vive um período de grande estagnação, sendo transformada em uma grande sesmaria, a qual Amador de Medeiros era o provedor.

O mesmo Amador de Medeiros doa a sesmaria aos monges beneditinos do Mosteiro de São Bento, que a transforma em duas grandes fazendas, a de São Caetano e a de São Bernardo, em 1717.

A população residente no núcleo da Fazenda de São Bernardo manifestou a vontade de erigir uma nova igreja, mas não poderia fazer isto em terras do mosteiro. Por conta disso, foi realizada a transferência da sede da vila, que ficava na margem esquerda do Ribeirão dos Couros (hoje Ribeirão dos Meninos), para outro ponto, às margens do mesmo rio, onde, em 1812, surge a Igreja Matriz e são traçadas as primeiras ruas, derivadas da Estrada Geral de Santos (Caminho do Mar ou Estrada do Vergueiro), que seriam o ponto inicial do núcleo urbano do município.

Em 1812, o Marquês de Alegrete eleva São Bernardo a freguesia. Em 1890, com a instalação do Governo Republicano, São Bernardo se torna município, ainda abrangendo Santo Amaro e todas as demais cidades da atual Região do Grande ABC. Após algum tempo, Santo Amaro se torna município independente e separa-se de São Bernardo, sendo, depois (em 1935), anexado pela Capital e tornando-se um bairro.

Com a abertura da São Paulo Railway, em 1867, ligando São Paulo a Santos, ocorre o abandono da Estrada Geral de Santos, provocando, assim, nova estagnação no crescimento da sede do município (a atual São Bernardo do Campo). A estação de São Bernardo, distante da sede do município e conhecida por Bairro da Estação, passa a constituir um núcleo urbano a partir de 1867. Mais tarde, em 1910, por solicitação dos habitantes deste núcleo, a estação passa a ser denominada pela São Paulo Railway como "Santo André", em homenagem à vila fundada por João Ramalho. Nascia então o futuro município de Santo André.

Em 1938, por decreto do governador do estado de São Paulo, Ademar de Barros, Santo André passa a ser a sede do município de São Bernardo, e não mais a vila de São Bernardo, pois o núcleo/distrito de Santo André alcança prosperidade devido a proximidade da ferrovia. Desta forma, ilustres habitantes da vila de São Bernardo fundam a "Associação Amigos de São Bernardo" com o objetivo de alcançar a emancipação político-administrativa do município, que acabou sendo alcançada em 1944 e oficializada em 1945, com a instalação do Município de São Bernardo do Campo, desmembrado de Santo André, sendo o seu primeiro prefeito, Wallace Cockrane Simonsen, presidente da associação que almejava a emancipação.

O nome São Bernardo "do Campo" homenageia Santo André da Borda do Campo, vila fundada por João Ramalho, e foi escolhido por já haver uma cidade no estado do Maranhão com o nome São Bernardo.

Em 1957, ocorre a emancipação política de Vila Conceição, que se torna um novo município com o nome de Diadema.

Ainda nas décadas de 50/60 do século XX, São Bernardo do Campo recebe o parque automobilístico brasileiro, então em franca-expansão. O parque chega para alavancar de uma vez por todas o desenvolvimento do município, que, de 60.000 habitantes em 1960, passa a ter 740.000 já em 2000. Desta forma, a indústria automobilística/autopeças passa a designar a cidade como a "Capital do Automóvel". Além desse título, a cidade ostenta o de Capital da Indústria Moveleira, que veio ainda no século XIX, com a produção de móveis pelos primeiros imigrantes europeus.

No início da década de 80 do século XX, a cidade cresce até chegar aos anos 90, período de estagnação econômica e fuga de empresas sediadas no município que procuram por cidades com melhores condições logísticas e impostos mais baixos.

Com novas políticas de incentivo ao crescimento do governo federal, a cidade volta a crescer a partir de meados de 2005, e hoje a indústria voltou a gerar emprego. Apesar disso, o setor de comércio e serviços continua emergente e já configura parte importante da vida econômica da cidade.

Economia

São Bernardo, desde a década de 50 tem sua economia baseada na indústria automobilística - Sede das primeiras montadoras de veículos do Brasil, tais como Volkswagen, Ford, Scania, Toyota, Mercedes-Benz,Karmann Ghia, além das indústrias de autopeças que as suportam. Na última década a economia da região teve uma grande diversificação, o que elevou a importância do setor de serviços na cidade.

O comércio é variado e encontrado em todos os bairros, destacando-se o tradicional comércio da Rua Marechal Deodoro e adjacências, e o conhecido nacionalmente Centro Moveleiro da Jurubatuba, que dá a São Bernardo do Campo a denominação de Capital do Móvel.

A construção cívil e a reforma urbana se impulsionaram em 2008, com a construção do trecho sul do Rodoanel, um anél viário da Região Metropolitana de São Paulo, na Avenida Pery Ronchetti com a duplicação e canalização do córrego Saracantan, além da construção de muitos edifícios a maioria residencial, com reformas do Shopping Metrópole, do Golden Shopping e da nova Câmara Municipal da Prefeitura Municipal.

Bairros

Zona urbana

• Jardim Irajá
• Jardim Selecta
• Alves Dias
• Anchieta
• Assunção
• Baeta Neves
• Balneária
• Batistini
• Botujuru
• Centro
• Chácara Inglesa
• Cooperativa
• Demarchi
• Dos Alvarengas
• Dos Casa
• Dos Finco
• Ferrazópolis
• Independência
• Jordanópolis
• Montanhão
• Nova Petrópolis
• Novo Parque
• Paulicéia
• Planalto
Riacho Grande
• Rudge Ramos
• Santa Teresinha
• Silvina
• Taboão
• Vila São Pedro

Zona rural

A Zona rural de São Bernardo do Campo corresponde praticamente a região coberta pela Serra do Mar. Localizada ao sul da cidade, ela é separada da área urbana pela represa Billings. Os bairros que fazem parte da Zona Rural de São Bernardo são:

• Alto da Serra
• Capivari
• Curucutu
• Dos Imigrantes
• Rio Pequeno
• Santa Cruz
• Taquacetuba
• Tatetos
• Varginha
• Zanzalá
• Jardim Represa

Educação

São Bernardo tem o maior número de universidades e faculdades no ABC

• Faculdade de Tecnologia Termomecânica (FTT)
• Faculdade SENAI de Tecnologia Ambiental
• Centro Universitário da FEI
• Faculdade de Tecnologia de São Bernardo do Campo (FATEC)
• Faculdade PanAmérica (FAPAN)
• Faculdade de São Bernardo do Campo (FASB)
• Faculdade Anchieta
• Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo
• Universidade Metodista de São Paulo (UMESP)
• Seminário Presbiteriano Conservador
• Universidade Bandeirante de São Paulo (UNIBAN)
• Fundação Instituto de Administração (FIA)
• Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM)

Religião

Mesquita em São BernardoSão Bernardo do Campo, possui uma Mesquita, Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Presbiteriana além da Igreja Metodista, entre outras.

O catolicismo na cidade é bem forte, sendo seu próprio nome em honra a São Bernardo de Claraval, um santo católico da Ordem Cisterciense, São Bernardo conta com 86 capelas organizadas em 24 paróquias, Nossa Senhora Aparecida tem mais capelas em sua honra na cidade, totalizando 10 capelas (duas são paróquias), São Francisco de Assis tem 7 capelas, São José e Nossa Senhora de Fátima tem seis capelas cada um.

Tendo-se também Lojas de Maçonaria como a 9 de Maio no Baeta Neves, e a Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis, AMORC de São Bernardo do Campo. Além de encontrar Centros Espíritas e Terreiros de Umbanda, principalmente o Grupo de Estudos Espíritas Doutor Eduardo Monteiro e a Associação Médico-Espírita de São Bernardo do Campo, com a entidade do Doutor Luigi.

Filhos ilustres

• Anderson Luiz de Sousa ("Deco") - futebolista.
• André Gonçalves Dias - futebolista.
• Andreas Kisser músico .
• Daniella Giusti - comediante.
• Danilo Larangera - futebolista.
• Diego Bissolatti Gasques ("Alemão") - vencedor do Big Brother Brasil 7.
• Edson Feliciano Sitta- futebolista.
• Fábio Alves Félix ("Fabinho") - futebolista.
• Felipe Bitu ("Jesus") - jornalista, engenheiro mecânico e advogado.
• Henri Castelli - ator.
• Hugo Hoyama - atleta.
• Ícaro Silva - ator.
• Ilson Pereira Dias Júnior ("Ilsinho") - futebolista.
• Isaías Pessotti - escritor
• Maisa Silva - apresentadora infantil .
• Marco Piquini - jornalista.
• Marisa Letícia Rocco Casa - atual primeira-dama do Brasil.
• Maurício Manieri - músico.
• Nelson Nakamura - pescador e apresentador de TV.
• Ocimar Versolato - estilista.
• Robson Nunes - ator e apresentador de TV (Disney Channel)
• Vanessa Gerbelli - atriz.

Fonte: Wikipédia



  Sobre o EncontraSãoBernardo
Fale com EncontraSãoBernardo
ANUNCIE: Com Destaque | Anuncie Grátis

siga o Encontra São Bernardo no Facebook siga o Encontra São Bernardo no Twitter Encontra São Bernardo no Google+


Termos EncontraSãoBernardo | Privacidade EncontraSãoBernardo