Fundação Casa de São Bernardo será inaugurada até abril

terça-feira, 18 de janeiro de 2011


A unidade da Fundação Casa da cidade de São Bernardo, para internação de adolescentes em conflito com a lei, que está sendo construída no bairro Batistini, entrará em funcionamento e receberá os primeiros jovens até abril.

Atualmente, a região tem quase 300 jovens infratores cumprindo medida socioeducativa de internação ou esperando resolução da Justiça. Como só Mauá tem internato, a maioria dos jovens está longe da família.

Os dois prédios de São Bernardo – custo de R$ 8 milhões – terão capacidade para 112 vagas, sendo 80 para internação e 32 para regime temporário, daqueles que ainda aguardam decisão judicial.

As unidades começaram a ser construídas em fevereiro do ano passado na Estrada Servidão, em área com 30 mil metros quadrados, que servia de pátio para o sindicato dos cegonheiros.

Inicialmente, a previsão era de que os trabalhos estariam concluídos em novembro, com possibilidade de inauguração ainda em 2010, mas houve atraso.

“A obra está em fase de conclusão. Dentro de um mês ou um mês e meio será finalizada”, afirmou o vice-presidente da Fundação Casa, Cláudio Piteri.

A expectativa, segundo Piteri, é de que em “meados de março, início de abril”, a unidade começará a receber os primeiros grupos.

Antes disso é preciso escolher a entidade que realizará a gestão compartilhada, administrando o espaço em parceria com o Estado. Segundo a fundação, o processo de seleção não foi finalizado.

Após a escolha, antes de assumirem, os funcionários da entidade ainda passarão por período de capacitação – cerca de 20 dias. Só aí, então, a unidade estará pronta para o trabalho de ressocialização dos jovens infratores.

SANTO ANDRÉ
Enquanto em São Bernardo os trabalhos apontam para o fim, na vizinha Santo André a primeira parede ainda nem foi erguida.

Segundo Piteri, porém, as obras de construção civil deverão começar logo: “As unidades já foram licitadas e daremos ordem de início em breve”, afirmou.

Santo André tem projeto igual ao de São Bernardo. Serão dois prédios, a serem construídos na Vila Palmares, ao lado do CDP (Centro de Detenção Provisória).

Fonte: Diário do Grande ABC

Deixe um Comentário